Fechar
Metadados

%0 Conference Proceedings
%4 ltid.inpe.br/sbsr/2009/04.09.14.11
%2 ltid.inpe.br/sbsr/2009/04.09.14.11.28
%@isbn 978-85-17-00047-8
%A Maluf, Sydnéa,
%A Stevenson, Merritt Raymond,
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@affiliation Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%T Comparação de dados de captura de bonito-listrado (katsuwonus pelamis) e temperaturas de superfície do mar obtidas pelo satélite GOES-5
%B Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 3 (SBSR).
%D 1984
%E Parada, Nelson de Jesus,
%S Anais
%8 28-30 novembro 1984
%J São José dos Campos
%I Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%C Rio de Janeiro
%K OCEANOGRAFIA, COSTA SUDOESTE-SUL (BRASIL), SATELITES GOES, IMAGENS GOES, PESCA, I-100, TEMPERATURA DA SUPERFICIE DO MAR, GOES 5, BONITO-LISTRADO.
%X Esse trabalho e uma contribuicao ao aperfeicoamento dos metodos de indentificacao das areas favoraveis a ocorrencia do bonito-listrado (Katstaxonus pelamis), usando as tecnicas atuais de sensoriamento remoto na costa sudeste-sul do Brasil. Os dados de captura de bonito-listrado correspondem aos anos de 1979 a 1983, separados em quadrados de 1o latitude x 1o longitude (areas de pesca). O rendimento (captura/dias de pesca efetiva)foi calculado para cada quadrado, por mes e por trimentre. Enfase especial foi dada ao mes de fevereiro. Os dados de satelite foram obtidos do sensor VISSR a bordo do satelite GOES-5, recebidos no INPE, Cachoeira Paulista, Sao Paulo. Foi selecionada uma imagem setorizada do dia 15 de fevereiro de 1984, cujos canais visivel e infravermelho, foram analisados e interpretados no Sistema IMAGE-100. O metodo incluiu o uso do canal visivel para eliminar seletivamente os pixels do infravermelho que continham nuvens e/ou terra. Temperatura radiometricas foram extraidas de um impresso digital. Os dados de temperatura de superficie do mar (SST)foram corrigidos para a influencia da atmosfera, por regressao estatistica, utilizando dados de temperatura de superficie obtidos de navios que operaram na area de estudo. Em seguida foi construido um mapa de distribuicao da temperatura de superficie. A comparacao dos dados de captura do bonito-listrado e as temperaturas de superficie do mar obtidas do satelite GOES-5 foi feita atraves de metodos de regressao estatistico. Os resultados preliminares sugerem a viabilidade do uso de um parametro ambiental, como a temperatura de superficie, para auxiliar a delimitacao das areas favoraveis a ocorrencia de bonito-listrado na superficie.
%1 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
%@language pt
%9 Oceanografia e Hidrologia
%3 356-366.pdf


Fechar